News

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Shot #2: Tempo de Silêncio, de Patrick Leigh Fermor




O recolhimento de Patrick Leigh Fermor (1915-2011) nas abadias de França e nos mosteiros na Capadócia resultou num pequeno livro que tenta delinear o silêncio. “Tempo de Silêncio” (Tinta da China) é um corte acentuado no ruído. Karen Armstrong, autora do prefácio desta edição, afirma que “O nosso mundo é ainda mais ruidoso do que era nos anos 1950, quando Fermor escreveu este livro: a música enlatada e os telemóveis não param de tilintar, e foge-se do silêncio e da solidão como se fossem estranhos e contranatura.” A vida dos monges para alguém de fora dos mosteiros parece perversa, por ser tão antagónica com o mundo exterior. Dentro desse mundo silencioso contraria-se o abuso que o mundo exterior faz das palavras.
 A esgotante rotina diária, com as conversas de ocasião, os transportes para o trabalho e depois para casa, o trânsito e as mil trivialidades impedem o despertar espiritual frutifique na reclusão e no silêncio. 
Fe
rmor, no seu recolhimento, reduziu o mundo ao essencial. Subtraída de distracções, a sua voz interior surgiu límpida.
Mas nem todos conseguem contraditar o silêncio e a solidão. O sentimento de vazio dá espaço para o medo e a dúvida se instalarem. Tudo porque o ser humano se viciou em ruído e em velocidade. Um bom livro para se ler em silêncio.




Tempo de Silêncio

de Patrick Leigh Fermor 

ISBN: 9789896714338
Edição ou reimpressão: 04-2018
Editor: Tinta da China
Idioma: Português
Dimensões: 146 x 198 x 15 mm 
Encadernação: Capa dura Páginas: 136





Sem comentários:

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Arquivo do blogue