News

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Divulgação: Programa Correntes d`Escritas





É a vigésima e é a maior de sempre.
As Correntes d`Escritas estão de volta.
De 16 a 27 de Fevereiro, a Póvoa de Varzim recebe o maior festival literário do país.

O Programa:

"Correntes d'Escritas celebra 20a edição, a maior de sempre




Candidata a Cidade Criativa da Literatura, integrando a Rede de Cidades Criativas da UNESCO, a Póvoa de Varzim é, há 19 anos, anfitriã e organizadora do encontro de escritores de expressão ibérica – Correntes d'Escritas, o mais antigo e o maior festival literário do país. Atingida, em 2017, a maioridade, em 2019 a adolescência dá lugar à entrada na idade adulta e o Correntes d’Escritas celebra a 20a edição, a maior de sempre. De 16 a 27 de fevereiro, as portas do Cine-Teatro Garrett , no coração da cidade, estarão abertas para acolher o público que diariamente, desde a 1a edição em 2000, enche a plateia, as escadas e todos os recantos da sala, por vezes após longas esperas e resistindo a intempéries, de forma a garantir lugar neste espaço de reflexão e debate de ideias. Mas o Cine-Teatro Garrtt não é um ponto de chegada, antes de partida, para um trajeto literário que envolve a cidade e a todos convida a paticipar e contribuir, da organização aos autores, do público aos jornalistas, dos munícipes à autarquia, das escolas aos comerciantes. 19 edições depois, o Correntes d’Escritas é também herança, memória, inspiração e modelo para os tantos festivais literários que se lhe seguiram, de norte a sul do país e ilhas. Esta constelação de encontros literários é na realidade o maior tributo que pode ser prestado ao Correntes d’Escritas e prova de que a sua história é pó de estrelas que deixa lastro. 
Pilares do Correntes d’Escritas, os motes todos os anos lançados às mesas, como reptos ou provocações, consoante a interpretação dos participantes, são retirados de livros finalistas dos Prémios Literários ou criados pela organização. Sempre como um desafio, como um jogo, ou não fosse o Casino da Póvoa parceiro desde a 1a edição, nos anos de sorte e nos anos de azar, que a crise também passou pelo Correntes d’Escritas - mas desistir nunca foi verbo que por aqui se conjugasse.No dia 19 de fevereiro, às 11h00, no Casino da Póvoa, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, preside à Cerimónia de Abertura do Correntes d’Escritas, inaugurando uma semana de exposições, sessões literárias em escolas do município, declamação de poesia, sessões de lançamentos de livros, cinema ou a Feira do Livro, que promovem o encontro entre escritores, ilustradores, editores, livreiros, críticos literários, tradutores e agentes com o público, numa semana de celebração do pensamento, da palavra e dos livros. Durante a Cerimónia de Abertura serão anunciados os vencedores dos Prémios Literários 2019 e lançada a Revista Correntes d'Escritas 18, cujo dossiê é dedicado a Nélida Piñon."







Sem comentários:

Formulário de Contacto

Nome

Email *

Mensagem *

Arquivo do blogue